APROVEI! – Onde você decide mudar de nacionalidade rapidinho

Texto e fotos: Gilberto Evangelista

26/01/18

 

Muita gente tem dificuldade em conciliar dieta ou reeducação alimentar com a tarefa de comer na rua, principalmente, se a rotina da pessoa exigir que ela precise fazer reuniões com clientes na hora do almoço ou jantar. Comemorar o aniversário de familiares ou até mesmo levar a pessoa do coração pra um encontro regado à boa comida e vinho então – Jesus, Nossa Senhora! – aí a tarefa se torna um suplício. A verdade é que, comer bem e de forma saudável não precisa se transformar numa prisão, afinal, é possível fazer escolhas em determinados lugares que inclusive estarão do lado do plano alimentar proposto por seu nutricionista.

O restaurante El Negro, por exemplo, é um desses lugares onde comer bem e de forma mais nutritiva é fácil, fácil. Estive lá na última semana e, graças às sugestões do chef Thiago Chaves, consegui deixar meu nutricionista feliz da vida ou, pelo menos, muito perto disso. Para entrada veio uma saladinha daquelas que a gente sente vontade de imitar a Ana Maria Braga e se jogar debaixo da mesa de tão gostosa que estava. A Ensalada de Quinoa leva, além do ingrediente que a batiza, um mix de folhas verdes, cenoura raladinha e tomatinhos sweet grape. No entanto, o que a faz ficar realmente mágica são dois detalhes. O primeiro é que, a cada garfada, os ingredientes se misturam na boca e sentimos uma leve ‘crocância’ ao mastigar. O segundo, o vinagrete que a tempera. Ninguém me contou, mas eu acredito que tem sumo de limão, vinagre e alguma coisa tipo mel, já que rola umas notas adocicadas nesse molho refrescante, ideal para a temporada de verão.

Ah!!!! Falando em refrescância, eu quase esqueci de contar que antes de qualquer coisa, comecei minha refeição pedindo um chá gelado de frutas vermelhas. E a casa ainda tem outros sabores como o chá-verde, o de hortelã, etc. Enfim, vamos logo para o prato principal… Na ocasião pedi uma carne, afinal, o El Negro é especialista em grelhados, mais especificamente no sistema de parrilla, então me senti quase que na obrigação. Ainda bem, pois se tem uma coisa que eu queria na vida era ser obrigado a comer todo santo dia um Vacio Premium de Black Angus como este que comi nessa noite. Putz… bom demais!

Esse vacio é na verdade uma parte da fraldinha, uma carne magra e ao mesmo suculenta, que eu descobri depois com as minhas pesquisas se tratar de um dos cortes preferidos pelos argentinos… Quer saber??? Não conhecia, provei, APROVEI!, e de hoje em diante, virei argentino! Se você for até o El Negro pelos próximos dias, sugiro que experimente, pois vai ser zero arrependimento, principalmente se o acompanhamento for a Parrilada de Legumes, feita com batata inglesa, batata doce, tomate, cebola, abobrinha e berinjela. Tudo grelhadinho no ponto, com aquele gostinho de ervas misturadas com fumaça. DELÍCIA!!! Claro que com tudo isso rolou uma única taça de um malbec da região de Mendonza, o Santa Júlia 2016… Um pouco ácido – devo admitir, mas que acompanhou bem e, segundo dizem, faz bem para o coração, então nada de nutricionista descontente, muito menos eu.

Em tempo, o peixe que aparece na foto (um Robalo no Sal Grosso, Ervas e Limão Siciliano) foi o prato da minha companhia, a fofa da Suênia (assessora de imprensa da casa), que o pediu juntamente a uma porção de brócolis ao vapor, salpicado com alho frito. Olha, foi impossível não roubar uma provinha e vou te contar, bom demais. Peixe no ponto, bem temperado com matinhos mágicos e os talinhos de brócolis crocantes ao máximo… Meu Deus, por que a gente nunca consegue fazer na casa da gente desse jeito??!! Anyway…

A sobremesa também teve que ser grelhada, daí pedimos um Abacaxi na Parrila com Calda de Gengibre e Hortelã, pra ajudar na digestão… Viu como eu disse que dava pra ficar (quase) fiel à dieta??? Tá, tudo bem, a calda leva açúcar, mas tem a raiz que é um termogênico natural e, desculpas à parte, ninguém vai morrer só por lambrecar a fruta no melado, o que não pode fazer (embora dê vontade) é virar o prato para sorver a caldinha até a última gota, pois ela é divina, assim como foi toda a refeição.

Quer conhecer?

El Negro
QI 17, Edifício Fashion Park, Lago Sul
(61) 3365-1198
Segunda a sábado das 12h às 15h e das 19h às 23h
Domingo das 12h às 17h.