De Londres, Vanilson Coimbra fala sobre exposição de Audrey Hepburn

Direto de Londres, um passeio por “Audrey Hepburn: Portraits of an Icon”, exposição que mostra uma diva como pouco se viu em publicações mundo afora

Por Vanilson Coimbra

Imagens: Reprodução e Arquivo Pessoal

Vanilson Coimbra : lidera um grupo de fotógrafos e desenvolve projetos práticos na área de moda e lifestyle

Vanilson Coimbra : lidera um grupo de fotógrafos e desenvolve projetos práticos na área de moda e lifestyle

Uma garota de coque banana, maxi óculos escuros, vestida com um básico vestido preto e luvas, toma o seu café da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany’s em Nova Iorque. Antes que você grite o dejavú, sim, a famosa cena é do filme “Bonequinha de Luxo” com Audrey Hepburn.

Aproveitei o final de uma temporada de trabalho em Londres  para visitar a recente exposição que a National Portrait Gallery está promovendo  em sua homenagem desde julho de 2015 intitulada“Audrey Hepburn: Portraits of an Icon” . A pequena mostra, conta cerca de 70 fotos da estrela, mas surpreende pela curadoria.  A metade delas vem da coleção pessoal de seus filhos.

No campo da semiologia e semiótica um ícone é um signo visual, algo adorável e precioso, mas também imóvel, intocável, irreal. No caso de Audrey, o ícone ultrapassa gerações.  É indescritível admirar as fotos originais feitas por grandes fotógrafos como como Irving Peen, Richard Avedon, Cecil Beaton, entre outros, mostrando cenas raras dos bastidores, o cotidiano da eterna bonequinha de luxo e ensaios fotográficos. A maioria das fotos eram preto e branco, as minhas preferidas. É inevitável olhar parar as ampliações, artisticamente bem iluminadas e ampliadas e pensar que aquilo ali não tem photoshop e nem filtro algum.

Audrey não era um mulherão, mas tinha um charme que influenciou a moda e a fez um ícone. O modo de vestir-se, o jeito delicado e o corpo esguio serviram de modelo para uma geração em todo o mundo. O detalhe é que Audrey não fazia esforço algum, pois tudo era natural.  O fascínio do mundo da moda por Hepburn é interessante porque revela a medida em que continuamos emocionados por belas poses e pela bela luz. “Audrey Hepburn: Portraits of an Icon” é uma exposição encantadora, como foi Hepburn.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E foi com essas imagens na cabeça, totalmente inspirado,  que convenci o maquiador e top fotógrafo Fernando Torquatto a produzir um workshop intitulado olhar criativo, usando o estilo Hepburn como base editorial para a beleza, moda e fotografia. Torquatto sempre procura inspirações no cinema para suas fotos, muitas delas publicadas na sua coluna da revista “Quem” com atrizes e famosas. “Em um trabalho sei exatamente qual será o  resultado final, pois trabalho a concepção geral desde a maquiagem, passando pela moda até as fotos. Com linha de raciocínio única, consigo transformar em realidade o que em outras situações apenas se almeja”, define o fotógrafo. E ele irá mostrar na prática, como  funciona esse processo criativo, fotografando, durante o workshop,  um editorial com modelo, make e moda inspirado na eterna bonequinha de luxo.

Na sequência, os alunos – estudantes ou profissionais de moda, maquiagem e fotografia – irão se dividir em grupos para produzir e fotografar suas próprias cenas, criando editoriais de moda com suas assinaturas, sempre sob a supervisão de Torquatto.

A iniciativa nasceu da necessidade de apresentar uma dinâmica prática de moda, beleza e fotografia e criar conexões com os profissionais e estudantes do meio.

Mais informações: www.shootft.com.br.




Deixe uma resposta