Justa homenagem à Gonzaguinha no Prêmio da Música Brasileira

Prêmio da Música Brasileira presta devida homenagem à Gonzaguinha com canções que marcaram uma boa época da MPB

Fotos: Gilberto Evangelista/Divulgação

 Zeca Baleiro foi ovacionado com sua performance em homenagem à Gonzaguinha

Zeca Baleiro foi ovacionado com sua performance em homenagem à Gonzaguinha

Gonzaguinha merece homenagens que podem vir em canções entoadas ou em lembranças. Mas, como o povo brasileiro é criativo e sabe fazer tributo, o ícone da MPB ganhou uma das mais belas aclamações: a 27ª edição do Prêmio da Música Brasileira. Sobre o palco, grandes nomes do métier: Ivete Sangalo, Lênine, Zeca Baleiro e Maria Gadu trouxeram para Brasília interpretações únicas da obra do compositor para uma plateia de três mil pessoas, que lotaram o Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Ivete foi a primeira a entrar no palco e interpretar clássicos como “Explode Coração” e “Com a perna no mundo”. Em seguida quem deu o tom foi o maranhense Zeca Baleiro com “Um homem também chora”, “Desenredo”, “Comportamento Geral” e “Lindo Lago do Amor”. Já Gadú encantou a plateia com “Diga lá meu coração” e, entre outras, o sucesso “Redescobrir”. E Lenine encerrou com chave de ouro fazendo o som com “Galope” e uma das mais marcantes: “Sangrando”. Confira quem passou por lá em cliques de Gilberto Evangelista.