Moda masculina ganha grandes looks no Luxo de Festa

Evento que reúne fornecedores para festas e casamentos mostrou que Brasília está com tudo

Fotos: Plínio Ricardo e Fernando Veler/Divulgação

Um evento deu muito que falar em Brasília, entre os dias 25 e 28 de maio, no Hípica Hall, foi o Luxo de Festa. A mostra apresentou as mais atuais tendências para produção de festas, roupas, comidas, arte e afins e teve como foco o público consumidor de tendências. César Serra, o responsável por toda a empreitada mostrou, mais uma vez, que a cidade tem profissionais de peso.

Vamos falar de desfiles?

Desta vez escolhi focar na moda masculina. Acredito que os homens tem menos opções para escolher como se vestir em casamentos e festas de gala. As marcas que estão em Brasília são boas, oferecem qualidade, mas nem sempre tem o reconhecimento devido. Maxime, M. Zaniratto e Camargo Alfaiataria são as que se destacam por buscarem estar nas passarelas e nos melhores enlaces da capital e das redondezas.

Tecidos finos e diferentes do habitual, bom acabamento e looks alinhados fazem dessas as mais badaladas. Confiram os looks que escolhi para dizer que essas marcas estão com tudo.

M. ZANIRATTO

A marca apresentou sua coleção de noivos e pajens em 22 looks. A beleza foi assinada por Beamontt Cabelo e Maquiagem e as lapelas foram de Magia das Flores por Rodrigo Resende. A marca, que também oferece trajes para noivas, faz combinações inteligentes para casais que optam por ter os dois looks da mesma loja.

CAMARGO ALFAIATARIA

De São Paulo, a Camargo Alfaiataria apresentou sua nova coleção, Burlesque, com os noivos produzidos pela equipe Hélio Diffusion dês Coiffeur. Os sapatos foram da própria marca. O mais moderno dos três desfiles masculinos do Luxo de Festa. Com noivos e padrinhos usando a moda da falta de meia nos pés e calças ajustadas ao corpo, no melhor estilo fit sofisticado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MAXIME NOIVOS

Foram 27 looks, entre noivos, padrinhos e pajens, com beleza de Fabio Martins e lapelas de Magia das Flores por Rodrigo Resende. O mais clássico dos três desfiles. Costumes e ternos com cortes tradicionais e cores habitués, para noivos conservadores. Mas houve propostas mais modernosas com diferenciação de cores e combinações inteligentes.

 




Deixe uma resposta