Na Cosmopolitan: Perfumes como você nunca viu

Empresárias apostam em marcas pouco conhecidas no Brasil e abrem loja com conceito inovador

Fotos: César Rebouças/Divulgação

A linha "Exclusifs" de M. Micallef é um primor em visual e essências

A linha “Exclusifs” de M. Micallef é um primor em visual e essências

Há sábios que comparam a perfumaria ao meio musical. É como se as essências funcionassem como acordes de belas canções. Algumas melodias agradam outras nem tanto, mas é necessário lembrar que também há que ouça e se sinta bem ao ouvir o que foi considerado de gosto duvidoso. As notas estão em perfumes e em melodias. Se misturam de maneira harmônica e norteiam cheiros e canções. No filme “Perfume, a história de um assassino”, 2006, a frase “a alma das pessoas é o cheiro delas” permeia o que podemos chamar de identidade do cheiro, o que nos aproxima de outra frase, agora da romancista francesa George Sand: “A recordação é o perfume da alma. É a parte mais delicada e mais suave do coração”.

Evanete Santos e Cristiane Vilar

Evanete Santos e Cristiane Vilar

Com foco na poesia que um bom perfume escreve na vida, as empresarias Evanete Santos e Cristiane Vilar resolveram, após anos de pesquisa, inaugurar a Cosmopolitan do Brasil, um espaço único no país que resume a alta perfumaria francesa em produtos de alto padrão cuidadosamente escolhidos para impressionar.

De Teo Cabanel, a linha traduz transcendência  entre tempo e espaço

De Teo Cabanel, a linha traduz transcendência entre tempo e espaço

Essências afinadas por suas qualidades harmônicas estão à disposição de quem acredita que se perfumar não deve ser algo comum, mas que aprecie experiências olfativas finas. São sete marcas e uma grife que propõem uma análise para descoberta do perfume que mais combina com a personalidade do consumidor. O método escolhido como ponto de partida para a Cosmopolitan foi a tendência da perfumaria compartilhada. Em Milão, Florença e Londres já é bem comum existir fragrâncias que não são destinadas a um determinado público de acordo com o gênero. Os perfumes são destinados a quem gostar. Homens ou mulheres compartilham de gostos e isso define qual a melhor opção no momento da escolha.

Linha "Ananda" de M. Micallef tem aspecto de joia

Linha “Ananda” de M. Micallef tem aspecto de joia

É necessário esclarecer que os produtos presentes nas gôndolas da Cosmopolitan passam muito muito longe de termos como “eau de toilette” e distantes de “eau de parfum”. São perfumes mesmo, como pouco se vê por aí. São aqueles que contém três acordes: o de cabeça, de coração e o de fundo. De cabeça que marca a primeira impressão e que tem duração de poucos minutos. O de coração, considerado o tema da fragrância e que tem duração de algumas horas e, o especial acorde de fundo, considerado também o rastro, que perdura por dias e alimenta as lembranças.

DESTAQUE_COSMOPOLITAN_LACKMAN

Muitas marcas e grifes têm fragrâncias que sobrevivem há muitos anos como clássicas que não perderam sua identidade. Mudam embalagens, apostas publicitárias, mas o essencial continua na mesma linha tênue do que é considerado clássico. Pesquisem sobre essas: Ann Gerard Parfum, Carner Barcelona, Comptoir Sud Pacifique, E. Coudray, Frapin, Au Pays de la Fleur d’Oranger, Les Parfums de Rosine, Mark Buxton, M. Micallef, Molinard e Teo Cabanel. Ou melhor, dá uma passadinha la na Cosmopolitan e conheçam.

Deu pra perceber que gosto de perfumes quase que de maneira demasiada/exagerada? (risos)

Conheça!

Cosmopolitan do Brasil

www.cosmopolitandobrasil.com

SHIS QI 7, Bloco B, loja 4 – Comércio Local. Lago Sul

Fone: 3248.7754