Pantone diz que a cor de 2015 é a Marsala. Um misto de drama e sensualidade

A cor é forte, quente e deverá aparecer em diversas áreas como moda, arquitetura, cosmética e decoração

marsala_lackman

Vinho, bordô ou um marrom avermelhado? O entendimento depende de fatores de observação, mas o verdadeiro nome da cor de 2015 defendida pela Pantone é Marsala. O instituto de cores definiu como de “bom-gosto” e “riqueza”. O tom caloroso é universalmente atraente e traduz facilmente a moda, beleza, design industrial, artigos de decoração e interiores. Marsala vem após a Tangerine Tango (2012), Emerald (2013), e Radiant Orchid (2014).

A cor é vista como calmante do corpo e espírito. Outra qualidade é a de incidir em confiança e estabilidade. Já foi apresentada nas passarelas nos desfiles de Hervé Léger por Max Azria, Dennis Basso e Daniel Silverstain.

A aplicabilidade em produtos estéticos, design de roupas, acessórios, maquiagem e móveis deve agradar homens e mulheres. A cor dramática com ares de terra e vinho quando brilhante reflete glamour e luxo. A combinação é simples quando feita com cinzas quentes. Outra combinação funcional dar-se com âmbar, úmero e amarelos dourados, verdes, e azuis como turquesa ou petróleo, e os azuis na faixa mais vibrante.

Confira seleção de produtos em que a Marsala aparece forte já no início de 2015.

Na moda…

Vestidos de festas marsala sempre foram desejados

Vestidos de festas marsala sempre foram desejados

 no desfile de Victoria Beckham, a Marsala já apareceu

No desfile de Victoria Beckham, a Marsala já apareceu

Na decoração…

 a Loja Etna tem vários produtos com variações de marsala

A Loja Etna tem vários produtos com variações de marsala

Nos cosméticos…

Produtos das marcas Mahogany, Ésika e L'bel oferecem opções de marsala no design de embalagens e em produtos

Produtos das marcas Mahogany, Ésika e L’bel oferecem opções de marsala no design de embalagens e em produtos

Nos artigos de luxo…

Óculos Lascoste, caneta Cross e óculos Valentino para Marchon

Óculos Lascoste e Valentino para Marchon, e caneta da coleção Verve, da Cross